EZTEC na Mídia

SÃO PAULO - A Gradual Investimentos fez algumas mudanças na carteira recomendada para a semana de 27 de outubro a 3 de novembro. Dentre as alterações no portfólio destaca-se o aumento do peso das ações da Petrobras (PETR4), de 10% para 15%, contra perda de participação das ações da Vale (VALE5), de 15% para 10%.

Além disso, BicBanco (BICB4) e Eternit (ETER3) ingressam na relação de ações sugeridas com participação de 5% cada. A Marcopolo (POMO4), que tinha peso de 10% na carteira da Gradual, deixa o portfólio nesta semana.

Ações

Ao justificar o corte na participação das ações da Vale, a Gradual diz que a mineradora deve apresentar um resultado positivo no terceiro trimestre, o que pode se converter como motivo para realização de lucro.

As ações do Bicbanco caíram recentemente, o que se configurou como atrativo para a inclusão na carteira semanal. Por sua vez, a Eternit vive um bom momento e um cenário favorável para os seus negócios.

Por outro lado, as ações da Petrobras trazem consigo uma desvalorização forte decorrente de sua capitalização, por isso teve seu peso elevado na carteira da Gradual ."Mesmo com o rebaixamento generalizado pelo mercado do seu preço-alvo, as ações da petrolífera ainda embutem um potencial de valorização que ultrapassa o do próprio Ibovespa no seu patamar de 70 mil pontos."

Já a retirada das ações da Marcopolo se justifica pelo rali das ações, após ter praticamente zerado o upside projetado a partir do preço-alvo da corretora.

Confira a carteira da Gradual entre os dias 27 de outubro a 3 de novembro:

Empresa Código Preço-alvo* Upside** Peso
Petrobras PETR4 R$37,50 45,0% 15,0%
Suzano Papel SUZB5 R$21,00 32,0% 10,0%
Vale VALE5 R$60,50 23,0% 10,0%
Brookfield BISA3 R$11,70 28,0% 10,0%
EZTEC EZTC3 R$16,00 39,0% 10,0%
Oi TNLP4 R$37,00 41,0% 10,0%
Gerdau Met GOAU4 R$42,50 72,0% 10,0%
Eternit ETER3 R$11,70 15,0% 5,0%
Pão de Açúcar PCAR5 R$74,00 19,0% 5,0%
Eucatex EUCA4 R$8,00 20,0% 5,0%
Ferbasa FESA4 R$17,70 46,0% 5,0%
Bicbanco BICB4 R$17,60 15,0% 5,0%

* Para 12 meses

**Potencial de valorização em relação no fechamento de 26 de outubro

Análise Setorial

Com as alterações promovidas, a carteria recomendada pela Gradual para a semana traz o setor de construção como o de maior peso, com 30%. Logo após vem os setores de mineração e de petróleo, com 15% de peso cada um.

Comparativamente à carteira recomendada na semana anterior (20 a 27 de outubro), os setores de construção e de petróleo ganharam participação de 5% cada. O de mineração, porém, perdeu espaço na mesma porcentagem, dada a redução do peso das ações da Vale.

Desempenho

A carteira da Gradual teve melhor desempenho do que o Ibovespa nos últimos sete dias ao apresentar alta de 2,78%, contra uma alta de 1,25% do índice. No acumulado do ano, o portfólio sugerido pela corretora registra valorização de 11,94%, diante de ganho de 3,14% do índice.

A rentabilidade mensal da carteira da corretora também apresentou resultadores acima do Ibovespa, registrando 6,8% em setembro de 2010, contra 6,6% do índice para o mesmo período.

FONTE: InfoMoney - 27.outubro.2010