EZTEC na Mídia

SÃO PAULO - A Planner divulgou sua carteira recomendada para o mês de dezembro, trazendo a substituição das ações do Banco PanAmericano (BPNM4) pela Duratex. As ações do banco sofreram quedas de mais de 40% em novembro, após o anúncio de um rombo de R$ 2,5 bilhões, coberto por um aporte do grupo do empresário Sílvio Santos.

Já a Duratex guarda perspectivas de um bom resultado no quarto trimestre, seguindo o bom desempenho já visto até setembro. O ambiente favorável à construção civil beneficia os negócios da companhia, que já realizou significativos investimentos em 2010 e tem perspectivas de crescimento em negócios para 2011.

No mês anterior, a carteira sugerida registrou desvalorização de 3,8%, pressionada pela forte queda dos papéis do Panamericano: as ações BPNM4 contribuíram com -2,12 pontos percentuais do resultado total da carteira. Mesmo assim, a performance da carteira foi melhor do que a do Ibovespa, que recuou 4,2%.

Já no acumulado de 2010, a valorização foi de 2,36% ante alta de 1,29% do benchmark. No ranking de carteiras recomendadas elaborado pela InfoMoney, a Planner tem, no acumulado de 2010, a décima melhor performance entre 15 carteiras.

Cenário macroeconômico

Após ter começado novembro em alta, a bolsa brasileira inverteu tendência e fechou o mês em queda, pressionada por temores de contágio da crise fiscal em países da Europa, após a Irlanda ter pedido ajuda à União Europeia e ao FMI (Fundo Monetário Internacional).

Na China, voltou o risco de um novo aperto monetário, já que o governo quer evitar a formação de uma bolha, devido às condições de forte aquecimento econômico, inflação e altos preços no mercado imobiliário. Assim, a corretora não descarta o risco de uma elevação dos juros, que poderia penalizar o Brasil em um primeiro momento, mas ser bem absorvido depois.

Perspectivas

Para a equipe da corretora, as quedas acentuadas devem cessar, com uma expectativa de ajustes levemente positivos no portfólio de novembro. "Neste cenário, nossa proposta de portfólio para dezembro pouco se alterou, mantendo posição conservadora, focada em valor", diz a Planner.

Confira o portfólio sugerido para novembro:

Empresa Código Preço-alvo* Upside** Peso
Tractebel TBLE3 R$32,04 18,3% 7,0%
Duratex DTEX3 R$22,64 15,5% 8,0%
CCR Rodovias CCRO3 R$52,50 12,3% 10,0%
Cosan CSAN3 R$34,50 31,4% 7,0%
EZTEC EZTC3 R$17,50 34,5% 7,0%
Itaú Unibanco ITUB4 R$45,30 15,4% 7,0%
OGX OGXP3 R$30,50 53,3% 10,0%
Pão de Açúcar PCAR5 R$82,00 15,6% 7,0%
Petrobras PETR4 R$41,00 66,7% 10,0%
Usiminas USIM5 R$26,50 41,7% 8,0%
Vale VALE5 R$59,50 24,0% 11,0%
Vivo VIVO4 R$61,00 23,7% 8,0%

*Preço-alvo para 12 meses

**Com base na cotação de fechamento do dia 30 de novembro

FONTE: InfoMoney - 01.dezembro.2010