EZTEC na Mídia

SÃO PAULO - Para o início deste ano, os analistas da Planner apostam em uma recuperação do Ibovespa, principalmente porque o mercado já deve ter antecipado boa parte dos temores em relação aos problemas ficais na Europa, do aperto monetário na China e da vagarosa recuperação americana.

A Planner aposta em empresas com valores subavaliados e com bom potencial de valorização, especialmente diante da performance medíocre do Ibovespa diante de outras bolsas internacionais.

Em relação à carteira recomendada pela corretora em dezembro de 2010, sua evolução foi de 2,60% no último mês do ano, resultado levemente superior aos 2,36% registrado pelo Ibovespa. Dos doze papéis que compunham seu portfólio, cinco deles apresentaram performance superior ao Ibovespa, com destaque para as ações preferenciais da Petrobras (PETR4), com 11,85% e da Vivo (VIVO4), com 8,07%.

Em relação à carteira recomendada para o primeiro mês de 2011, na comparação com as ações que compunham o portfólio anterior, foram retiradas as da CCR Rodovias, Itaú Unibanco, Tractebel e Usiminas, que deram lugar para as do Banco do Brasil, Cesp, Confab e Mills.

Recomendações

A entrada dos papéis do Banco do Brasil no portfólio é justificada pela estratégia de curto prazo da corretora. De acordo com a avaliação dos analistas, o banco continua reportando excelentes resultados. Além disso, as perspectivas continuam favoráveis, dada a benéfica dinâmica setorial, “com crescimento das operações de crédito e manutenção de rentabilidade com baixa inadimplência”.

Para explicar a entrada do papeis da Cesp, um dos argumentos apontados foi seu fraco desempenho na bolsa em dezembro de 2010. Ademais, a Confab entra no portfólio pois, segundo os analistas da Planner, prepara-se para uma forte demanda proveniente de diversos segmentos de infraestrutura no País. A Mills, por sua vez, também oferece oportunidade de investimentos por atuar em segmentos relacionados à infraestrutura.

Confira o portfólio sugerido para janeiro de 2011:

Empresa Código Preço-alvo* Upside** Peso
OGX OGXP3 R$30,50 52,5% 10,0%
Petrobras PETR4 R$41,00 50,2% 10,0%
Vale VALE5 R$59,50 22,7% 10,0%
Banco do Brasil BBAS3 R$36,50 16,2% 9,0%
Duratex DETX3 R$22,64 26,8% 8,0%
Cosan CSAN3 R$34,50 25,0% 8,0%
EZTEC EZTC3 R$17,50 24,7% 8,0%
Pão de Açúcar PCAR5 R$82,00 18,3% 8,0%
Mills MILS3 R$29,60 43,7% 8,0%
Cesp VALE5 R$32,60 20,7% 7,0%
Confab CNFB4 R$6,90 13,1% 7,0%
Vivo VIVO4 R$61,00 14,5% 7,0%

*Preço-alvo para 12 meses

**Com base na cotação de fechamento do dia 30 de dezembro de 2010

FONTE: InfoMoney - 03.janeiro.2011