EZTEC na Mídia

SÃO PAULO - A Planner traz novidades em sua carteira recomendada para o segundo mês do ano. A corretora optou por alterar três ações em relação ao portfólio de janeiro, que encerrou o acumulado em baixa de 3,17%, enquanto o Ibovespa fechou em baixa de 3,94%.

O desempenho negativo do mercado no último mês deve-se, segundo a Planner, principalmente à postura do governo em relação ao cenário macroeconômico. Segundo a corretora, o discurso de conter a inflação e de corrigir eventuais distorções econômicas, como a questão do déficit fiscal, pressiona o desempenho do Ibovespa, a despeito da melhora do cenário internacional.

"Observando o desempenho das demais bolsas, principalmente da norte-americana, verifica-se que o Ibovespa anda descolado, não refletindo as modestas, mas evidentes, melhoras econômicas tanto nos EUA como na Europa", ressalta a corretora. As questões internas só serão resolvidas com uma postura pró-mercado do novo governo. Até lá, o mercado estará em um ritmo diferente das bolsas internacionais.

Recomendações

A corretora fez três substituições para fevereiro, optando pela entrada de Lojas Renner (LREN3), de olho na recuperação do papel neste mês em função dos bons fundamentos, Multiplan (MULT3), cujo principal driver de curto prazo é a boa perspectiva para 2011, além de Tractebel (TBLE3), que deve apresentar forte resultado no 4º trimestre de 2010. Para a entrada dessas empresas, saíram Cesp (CESP6), Confab (CNFB4) e Pão de Açúcar (PCAR5).

Confira o portfólio sugerido para fevereiro de 2011:

Empresa Código Preço-alvo* Upside** Peso
OGX OGXP3 R$30,50 79,4% 8,0%
Petrobras PETR4 R$41,00 47,5% 11,0%
Vale VALE5 R$59,50 16,3% 11,0%
Banco do Brasil BBAS3 R$36,50 23,4% 9,0%
Duratex DTEX3 R$22,64 39,7% 5,0%
Cosan CSAN3 R$34,50 31,2% 8,0%
EZTEC EZTC3 R$17,50 24,1% 8,0%
Multiplan MULT3 R$40,00 29,0% 6,0%
Mills MILS3 R$29,60 40,9% 8,0%
Lojas Renner LREN3 R$69,73 42,3% 9,0%
Tractebel TBLE3 R$32,04 22,7% 7,0%
Vivo VIVO4 R$61,00 9,0% 10,0%

*Preço-alvo para 12 meses

**Com base na cotação de fechamento de 2 de fevereiro de 2010

FONTE: InfoMoney - Equipe InfoMoney - 02.fevereiro.2011