EZTEC na Mídia

SÃO PAULO - A Gradual promoveu algumas alterações em sua carteira recomendada para o período entre os dias 30 de março e 6 de abril. A corretora optou pela diminuição no peso da Petrobras (PETR4), passando de 20% para 15%, justificando que, por ser uma blue chip, esta ação está sendo penalizada pela liquidez reduzida dos últimos pregões. Quem ocupou estes 5% da carteira sugerida pela Gradual foi a Brookfield (BISA3), por conta do seu resultado tido como "sólido".

Além disso, as ações da Transmissão Paulista (TRPL4) foram removidas da carteira, devido ao resultado do 4T10 considerado abaixo do esperado pela Gradual, e substituídas pelas da Ferbasa (FESA4), que, na opinião da corretora, carregam desconto excessivo diante de seus fundamentos.

Desempenho

Nos últimos sete dias, a carteira recomendada da Gradual apresentou desempenho superior ao registrado pelo Ibovespa, ao avançar 1,76%, enquanto o índice registrou queda de 0,24%. No acumulado do ano, o portfólio da corretora mostra valorização de 1,02% contra recuo de 2,72% do benchmark.

Confira a carteira recomendada da Gradual:

Empresa Código Preço-alvo* Upside** Peso
Petrobras PETR4 R$37,50 32,3% 15,0%
Vale VALE5 R$60,50 27,8% 10,0%
Cemig CMIG4 R$34,00 10,6% 10,0%
Copasa CSMG3 R$33,00 21,1% 10,0%
Eternit ETER3 R$14,00 29,4% 15,0%
EZTEC EZTC3 R$18,00 28,9% 5,0%
Brookfield BISA3 R$11,70 44,4% 10,0%
Telemar Norte Leste TMAR5 R$65,00 17,8% 10,0%
Banco do Brasil BBAS3 R$39,40 39,7% 10,0%
Ferbasa FESA4 R$17,70 48,6% 5,0%

* Preço-alvo para 12 meses

**Potencial de valorização em relação ao fechamento de 29 de março

FONTE: InfoMoney - 30.março.2011