EZTEC na Mídia

São Paulo - Substituindo as ações da Rossi Residencial (RSID3) pelos papéis da Fibria (FIBR3), a Win divulgou sua carteira recomendada de ações para o mês de junho, após apresentar desempenho negativo de 1,34% no mês de maio, superior ao desempenho do Ibovespa - que registrou queda de 2,29%.

No último mês o destaque ficou por conta das ações da EZTEC (EZTC3), que marcaram avanço de 5,29% no período. Segundo os analistas, tal resultado mostrou a preferência do investidor ao mercado interno.

Confira a carteira para o mês de junho

Empresa Código Preço-alvo* Upside** Peso
Petrobras PETR4 R$35,00 47% 20%
Fibria FIBR3 R$32,00 37% 20%
Bradesco BBDC4 R$39,00 26% 20%
Vale VALE5 R$67,00 51% 20%
EZTEC EZTC3 R$20,80 25% 20%

*Projetado para o final de 2011

**Com base na cotação do fechamento de 3 de junho

Petrobras

Segundo a corretora, a estatal vem anualmente elevando seu volume de produção, capacidade de refino e distribuição, fatores que contribuem para contornar a queda da cotação do petróleo no mercado internacional. Uma boa notícia apontada é a volta da elevação dos preços das commodities, reflexo dos indicadores positivos ao redor do mundo.

"O desafio continua grande, mas, se o petróleo se sustentar acima dos atuais patamares no longo prazo e a Petrobras conseguir explorá-lo a preços viáveis, a estatal brasileira mudará de patamar, com grande chance de se transformar na maior petrolífera do mundo.", diz a Win.

Fibria

Apesar do patamar de endividamento da companhia permanecer elevado, no primeiro trimestre deste ano a empresa conseguiu reduzir sua dívida líquida que era de 7,2 vezes o Ebitda (geração operacional de caixa) em 2009, para 2,9 vezes neste ano. Além disso, as ações da produtora de celulose foram severamente punidas nos últimos 12 meses, tornando-se atrativas para o investidor no longo prazo.

Bradesco

O Bradesco é visto pela Win como a melhor opção dentro do setor bancário, principalmente em função de sua capilaridade, o que o faz uma das melhores opções para captar a demanda por crédito das classes C e D.

Vale

"Os resultados do ano de 2010 foram recordes e as expectativas para o primeiro semestre de 2011 seguem muito positivas", diz a Win. Ao mesmo tempo, existe um risco de para o desempenho da companhia, caso haja uma desaceleração abrupta do crescimento mundial, “o que implicaria em uma queda na cotação de seus principais produto”, ponderaram os analistas.

EZTEC

A empresa é uma das mais rentáveis no setor de construção civil, segundo a Win, “as expectativas são altamente positivas”. O destaque fica com sua atuação que possui baixo endividamento e caixa líquido, o que evita gastos com juros.

FONTE: InfoMoney - Equipe InfoMoney - 06.junho.2011