EZTEC na Mídia

SÃO PAULO - Após iniciar próximo à estabilidade e seguir no campo negativo no início do pregão, o Ibovespa passou ao campo positivo e registra ganho de0,31% no pregão desta terça-feira (29), com os investidores atentos ao humor do mercado tanto na Europa, quanto nos Estados Unidos.

Os investidores acompanham a notícia de que a Itália emitiu bônus soberanos com vencimentos em 2014, 2020 e 2022, a juros de 7,89%, 7,28% e 7,56%, respectivamente, registrando o maior rendimento paratítulos com esse período de vencimento na história da Zona do Euro.

Já a agência de classificação de risco Fitch resolveu colocar em revisão as notas de crédito de 87 bancos europeus, enquanto a Standard & Poor’s e Moody’s também sinalizam medidas semelhantes. O mercado digere ainda nesta sessão o comunicado na noite anterior apontando que a Fitch revisou de estável para negativa a perspectiva do rating AAA dos Estados Unidos.

Entre as blue chips, ou seja, as companhias com maior volume na bolsa brasileira, as ações da Petrobras (PETR3, R$ 23,86, +1,63%; PETR4, R$ 21,81, +1,44%), Bradesco (BBDC4, R$ 28,98, +1,47%) e Itaú Unibanco (ITUB4, 30,72,+1,25%) operam em alta, enquanto a Vale (VALE3, R$ 41,72, -0,41%; VALE5, R$ 39,15, -0,89%) e OGX (OGXP3, R$ 13,90, -0,14%) registram queda no dia.

Usiminas recua após acordos

Dando sequência à forte queda registrada na véspera, as ações ordinárias da Usiminas (USIM3) recuam 5,63% nesta terça, sendo negociadas a R$ 17,93. Já os papéis preferenciais, USIM5,que terminaram com alta de quase 3%,também registram queda de 3,30%, a R$ 10,54 nesta sessão.

As ações ON da companhia foram penalizadas pela declaração do presidente da companhia, Wilson Brummer feita na sequência da notícia do acordo com Votorantim e Camargo Corrêa para compra de suas participações no capital votante da Usiminas.

O presidente afirmou que apesar de o valor de R$ 36 por ação pago pela Ternium representar um prêmio de 82% sobre o preço de mercado dos papéis ON da Usiminas, o fato de a Nippon se manter com participação majoritária não representa uma troca de controle e, consequentemente não prevê tag along.

Confab também segue em queda

Enquanto isso, os ativos da Confab (CNFB4) despencam 6,11%, sendo negociadas a R$ 17,84. Os papéis da companhia figuraram entre as maiores quedas dentre as ações negociadas na BM&F Bovespa na véspera, desabando 16,31%. As ações da empresa também repercutiram o comunicado de que a Ternium fechou acordo com a Votorantim e Camargo Corrêa (CCIM3, R$ 3,30, -1,49%) para a compra de suas participações no bloco de controle da Usiminas, pagando R$ 36 por ação para as 139,7 milhões de ações ON adquiridas - o equivalente a 27,7% do capital votante da siderúrgica.

Resultados da aviação nacional

De acordo com dados referentes ao mercado brasileiro de aviação pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a TAM (TAMM4, R$ 34,54, +0,58%) reduziu seu controle sobre o mercado de 43,20% para 39,62% entre outubro de 2010 e de 2011.

A GOL (GOLL4, R$ 12,82, -1,16%) também perdeu marketshare no mesmo período, 1,8 ponto percentual para 37,08%. Enquanto isso, a Azul Linhas Aéreas subiu para 9,14% de participação, crescendo 2,51 pontos no segmento.

Dados da telefonia móvel

O setor de telefonia móvel foi outro que divulgou seus números para o mês de outubro na véspera. Foram 4,3 milhões de novas linhas, fechando os dez primeiros meses do ano com 28,7 milhões de usuários recentes, de acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

No período, a Vivo, controlada pela Telefônica Brasil (VIVT4, R$ 48,60, +0,58%), manteve a liderança, com 29,61% de fatia de mercado, ao passo que a TIM (TIMP3, R$ 8,36, +0,96%) se firmou como segunda colocada, conquistando controle de 26% do setor.

Edital de OPA do UOL

Já o UOL (UOLL4, R$ 19,21, +0,31%) publicou o edital de sua OPA (oferta pública de ações) nesta data. O preço das ações foi confirmado em R$ 19, e o leilão ficou para o dia 29 de dezembro. A compra de seus próprios papéis e a consecutiva liquidação serão realizadas até 4 de janeiro do ano que vem.

O objetivo da operação é fechar o capital e não negociar mais seus ativos na bolsa. Quem intermediou a precificação foi o braço de investimentos do Bradesco.

Brasil Foods anuncia nova unidade

A Brasil Foods (BRFS3, R$ 35,03, +0,37%), por sua vez, decidiu construir uma unidade para fabricação de margarinas em Vitória de Santo Antão, município de Pernambuco. De acordo com o comunicado enviado pela empresa, os investimentos chegarão a R$ 140 milhões.

O objetivo é conseguir produzir oito mil toneladas por mês inicialmente, mas, até 2015, a expectativa é de que o faturamento com o empreendimento atinja o montante de R$ 450 milhões anuais.

Brasil Brokers anuncia venda de ações ordinárias

Enquanto isso, a Brasil Brokers (BBRK3, R$ 5,99, -0,56%) anunciou na véspera que por meio de um leilão especial realizado pela BM&F Bovespa, 14 acionistas venderam suas ações ordinárias, as quais representavam 2,98% do capital social da companhia.

De acordo com o comunicado, a negociação foi fechada na véspera pelo preço de R$ 5,90. A operação foi coordenada pela corretora do Morgan Stanley.

Mills anuncia capex de R$ 127 milhões

Além disso, a Mills (MILS3, R$ 5,99, -0,50%) informou nesta terça que seu capex (ou investimento total estimado) para 2012 será de R$ 127 milhões. Segundo a companhia, o valor é coerente com a meta de manter sua alavancagem, medida pelo indicador dívida líquida/Ebitda, em torno de 1,0x.

“Caso nossos mercados sigam oferecendo oportunidades atrativas e o cenário macroeconômico seja favorável, poderemos expandir os investimentos para 2012 no decorrer do ano, à medida que haja ampliação da nossa geração de caixa operacional, uma vez que temos grande flexibilidade para aumentarmos nosso estoque de equipamentos”, explicou a empresa em comunicado.

Valid anuncia recompra de ações

A Valid (VLID3, R$ 20,14, +0,14%) anunciou que fará um novo programa de recompra de ações, que abrangerá até 2 milhões de papéis ordinários, o que corresponde a 3,5% dos ativos em circulação. O programa terá validade de um ano, encerrando-se em 27 de novembro de 2012.

Segundo comunicado enviado ao mercado, as ações adquiridas no período poderão ser canceladas ou utilizadas no programa de compra de ações para diretores e superintendentes da empresa.

Parceria entre LLX e GE

Vale mencionar que no dia anterior, a LLX (LLXL3, R$ 3,09, +0,32%), empresa de logística do grupo de Eike Batista, anunciou uma parceria com a GE(General Electric) para estudar a instação de uma unidade no Superporto do Açu para atender à indústria do petróleo offshore.

Lançamento da EZTEC

Por fim, a EZTEC (EZTC3, R$ 14,82, +0,14%) comunicou um lançamento em Santo André, estado de São Paulo. O empreendimento se chama Royale Merit e tem 160 unidades, o que traz um volume geral de vendas de R$ 127,3 milhões. A previsão de entrega é até março de 2015, e a participação da companhia na obra é de 40%.

FONTE: InfoMoney - Nara Faria - 29.novembro.2011