EZTEC na Mídia

SÃO PAULO - Buscando oportunidades que permitam a compra de terrenos estratégicos por preços mais convidativos, a EZTEC (EZTC3) alcançou um estoque de terras - ou land bank - em R$ 4,5 bilhões neste ano. A empresa tenta manter a margem com a aquisição destes ativos, segundo Sílvio Zarzur, presidente-executivo da imobiliária.

Em teleconferência para analistas, o balanço do quarto trimestre de 2011, o CEO (Chief Executivo Officer) afirmou que a maior estratégia da empresa é buscar locais que não sejam tão óbvios. ?Há, no planejamento, uma verba total destinada para esse segmento?, explica. Com isso, Zarzur diz que a busca pela rentabilidade será mantida em 2012.

Queima de caixa

No acumulado do ano até março, a EZTEC diz ter gastado R$ 50 milhões de seu caixa, engordado após o Ebitda (geração operacional de caixa) do ano passado, em R$ 289,27 milhões. Mas o dinheiro restante para essa modalidade de gastos ainda é positiva, diz o executivo. ?Devemos avançar nesse ano para R$ 2 bilhões em VGV [valor geral de vendas] com esse movimento?, avalia.

Entre as terras que foram arrendadas, estão localidades em Osasco, em São Bernardo do Campo e em São Paulo, expandindo os negócios da empresa no estado paulista. Mas o nível reduzido de despesas com essas aquisições foi conseguido, afirma o CEO, porque um deles foi feito em contrato de permuta.

FONTE: InfoMoney - Renato Rostás - 14.março.2012